Vem vindos ao grande Blogue oficialíssimo (atenção, é ainda melhor que oficial) da secção de futsal do Lordemão Futebol Clube. Todas as crónicas e outros posts são credíveis e isentos, por isso informem-se.
Terça-feira, 1 de Maio de 2007
Alfarelense 4 - Lordemão 5, 2007/05/01

Estou novamente de volta após ausencia prolongada, para lançar a famosa crónica, hoje em versão monhé, pois não consegui tirar as notinhas do jogo...

 

HISTÓRIA DE JOGO

 

O início de jogo tem pouco para contar, joguinho empapado, sem rasgou de grande beleza... chegámos ao 2-0 com alguma facilidade, mas na minha opinião sem merecer tão dilatado resultado. O adversário já surgia algumas vezes solto nas costas do primeiro homem a defender.

 

Quando parecia que tinhamos o jogo controlado sofremos 3 golos de rajada em 3 claras falhas defensivas. Neste curto espaço não fizemos nada mesmo, não acertámos um passe e falhámos imenso na marcação.

 

Ao intervalo perdiamos 3-2, verdade seja dita que não o mereciamos, mas também não era justo estarmos a ganhar.

 

Ao início da segunda parte notou-se que o sermão do intervalo surtiu efeito, pois surgimos mais organizados em campo, com pressing a todo o campo que surtiu o efeito desejado, mas mesmo assim sofremos o 4º golo, de forma um pouco esquisita com uma dança estranha do Ricardo na baliza... este foi o último momento em que o Alfarelense criou perigo que não fisico!

 

A partir daí só deu Lordemão, demos a volta ao resultado e segurámos a posse de bola, acção que não conseguimos fazer no primeiro tempo. Com isto enervámos o adversário, e sofremos isso nas canelas, sendo que só a complacência do árbitro permitiu que ambas as equipas terminassem com todos os seus jogadores. Neste ponto também tivemos algumas acções anti-desportivas que não nos ficaram nada bem.

 

Golos: Oliveira; Dani; João Pinto; Dani e Luís.

 

HOMEM DO JOGO

 

Dani: Mais cansado do que é usual, mas mesmo assim foi dos que menos falhou. Mesmo tendo marcado 2 golos falho no capitulo da finalização.



publicado por boloni às 21:36
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Quinta-feira, 29 de Março de 2007
O fim de um sonho.

Viva pessoal.

1º peço desculpa pela preguiça que se abateu sobre mim, não tenho andado muito motivado para escrever a crónica, mas apenas por razões pessoais... embora os 2 jogos que assisti sem comentar não tivessem sido muito bem jogados.

2º tenho muita pena do sonho ter acabado, gostaria de ser campeão como todos vós, mas não foi possivel, mas na minha opinião fizemos um campeonato acima do que esperava, por isso não estou desiludido, apenas triste.

3º esforçaram-se muito, é verdade. Podem não gostar muito de treinar, e de exercícios específicos, mas esforçaram-se, e por isso vos congratulo, a todos, sem excepção.

4º não somos campeões, mas tem sempre que haver um, e neste caso o São João, que fez um excelente campeonato, com uma boa orientação e um projecto de futuro (para lá iremos também). Aos merecidos campeões, os meus sinceros parabéns.

5º no final ficam as coisas boas, as recordações... o Miguel a aquecer, o Guilherme a lesionar-se, o Litos a atrapalhar-se com a bola, o João sem aparecer nos jogos, o Luís a dizer que joga pouco, o Brito sem dormir... isto é que faz um grupo, e finalmente vocês eram um grupo, e é isso que realmente importa.

6º temos sempre a taça de encerramento...

1 abraço a todos, e obrigado por me aturarem.



publicado por boloni às 00:57
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito

Domingo, 11 de Março de 2007
GIS 1 - Lordemão 7. 2007/03/12

Uma viagem á Figueira da Foz, numa carrinha da Câmara e mais um jogo para esquecer... mas o que importa são os três pontos.

HISTÓRIA DE JOGO

Ainda sem Dani, que cumpre o segundo jogo de suspensão por suposta agressão (?) que ninguém confirma. O Mourinho fez aquilo a que sempre nos habituou, pôs 5 gajos a jogar, sendo titulares: Guilherme, Brito, Roma, Oliveira e João Pinto (cap).

Começámos bem, e durante 14 segundos tivemos 100% de posse de bola e fomos fazendo os nossos remates até que no 4º minuto Brito recupera uma bola, dá para Oliveira que isola Roma que faz o 0-1 no marcador.

Depois do primeiro golo deixámos de jogar, só vejo aqui nas minhas notas maus passes (especialmente de Brito) e desconcentrações do pessoal, que culminou, aos 12 minutos no golo do empate do GIS nascido de um remate da linha que desvia em Roma e trai Guilherme, 1-1.

O que vale é que jogamos quando queremos e logo de seguida, triangulações sucessivas de Roma com Oliveira acaba com o 1-2 marcado por este último.

Até ao final da primeira parte foi um joguinho mete nojo, com os jogadores muito parados e com muitos passes falhados, sem nada de especial a realçar excepto um remate ao poste de Brito de livre, pouco em 15 minutos.

Ora, ainda a segunda parte não tinha começado já o Miguel andava a aquecer de um lado para o outro, o jogador começa a ser conhecido como o aquecedor... Nesta parte jogámos bem melho, mas mesmo assim nada de especial, e a história de jogo vai-se resumindo aos golos.

No minuto 0, após boa defesa de Guilherme, no contra ataque Oliveira isolado marca o 1-3.

Minuto 3, contra ataque finalizado por Roma após assistência de João Pinto, 1-4.

Minuto 8, triangulação de Oliveira com João Pinto com finalização deste último, 1-5.

Minutos 13, Miguel recupera uma bola e dá para Oliveira que, em ensistência dá para Miguel que marca o 1-6.

Após este golo aproveitou-se para rodar alguns jogadores e a finalização perdeu eficácia, porque oportunidades criaram-se, mas golos não se marcaram, até ao minuto 27 onde Oliveira pede para jogar 1 minuto só para marcar um golo. Entra, recebe a bola, passa pelo homem e marca em 5 segundos... parece fácil. E assim se fez o 1-7 final.

MOMENTO DE JOGO

Hilariante, minuto 13 do segundo tempo, Guilherme com o seu habitual feitio, depois de um jogo desconcentrado, até ao sair faz asneira, demorou mil anos a sair, deixando a equipa sem guarda-redes e ainda teve a lata de culpar o árbitro, foi incrivel. Não chegando isso, Brito a perguntar o que se passa sai para beber água com o jogo a decorrer... sem palavras.

CLASSIFICAÇÕES DE JOGO

Guilherme (6) - Fez uma ou outra boa defesa, até lançou um ou outro bom contra-ataque, mas deu a imagem de ser muito superior ao adversário e nunca se concentrou, nem tentou ouvir os conselhos do banco... mas no final ele é que sabe, não é?

Brito (6,5) - Complicativo, errou muitos passes, uma primeira parte desastrada, mas melhorou no segundo tempo;

Roma (7) - Certinho. Continua a cair quando ninguém espera e fez dois golos;

João Pinto (7) - Empenhado, mas abusou nos lançamentos longos. Boas triangulações que deram em golo;

Oliveira (7,5) - Muito parado na primeira parte, bem marcado, raramente escapou ao seu marcador. Melhorou imenso no segundo tempo, onde mostrou algo do que é capaz;

Litos (4) - Desta vez não entrou bem. Deixou-se antecipar muitas vezes e errou alguns passes;

Miguel (6) - Já entrou bem quentinho, e essa rodagem fê-lo entrar bem. Muito empenhado no ataque, mas ainda precisa de acertar mais defensivamente;

Abel (3) - Tem que aprender a proteger a bola, porque segurá-la até consegue. Falhou algumas boas oportunidades;

Luís (3) - Com hipóteses de marcar, mas algo lento a decidir o que fazer á bola. Pouco tempo em campo para fazer mais;

Ricardo (5) - Uma ou outra defesa, um remate e ainda teve tempo de lesionar o poste.

Crónica de Gonçalo Carvalho.



publicado por boloni às 17:17
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Domingo, 4 de Março de 2007
Lordemão 5 - Vilaverdense 1. 2007/03/04.

De regresso ás crónicas e de regresso ás vitórias, vamos ao relato de mais um jogo, onde a humidade andou fora do pavilhão, para desgraça do Roma que se viu obrigado a jogar no seco.

HISTÓRIA DE JOGO

Após dois jogos desgraçados, onde não fizemos coisa com coisa voltámos a jogar, desta vez sem o Dani, expulso na última ronda contra o São João. O nosso Mourinho não inventou, escalando um 5  de combate, dentro das opções que tinha disponíveis, respectivamente: Guilherme, Brito, Roma, João Pinto (cap) e Litos.

Começámos bem o jogo, a controlar o adversá rio e a criar oportunidades falhadas apenas no último passe, as jogadas de perigo adversárias eram essencialmente cradas por maus passes de Brito, que de tão pouco passar a bola vai perdendo o hábito...

Aos 6 minutos, o batalhador Litos recupera uma bola que sobra para Roma que isolado faz o 1-0.

Até ao décimo minuto continuámos a não deixar criar oportunidades, mas a partir daí desleixámos um bocado a defesa e os jogadores do Vilaverdense começaram a rematar, mas desta vez o Guilherme foi resolvendo a contenda com segurança.

Mesmo existindo algum equilibrio de posse de bola, as oportunidades eram nossas, algumas excandalosamente falhadas, como a de João Pinto quase em cima da linha após cruzamento de Litos.

Aos 15 minutos entra Oliveira que logo de seguida atrapalha o adversário que empurra para autogolo após cruzamento de Roma, 2-0. Logo de seguida Brito dá para Oliveira que com um passe fenomenal isola Litos que marca o 3-0 (quem diria...).

O minuto 20 deu ao Guilherme novas hipóteses para brilhar, pois defendeu uma série de 4 remates quase seguidos e ainda fez um, tendo ainda tempo para lançar João Pinto que isolou Miguel para fazer o 4-0 aos 25 minutos e oferecer um golo ao adversário num corte com os pés, mas o remate embateu em João Pinto.

Iniciado o 2º tempo, iniciadas a s oportunidades falhadas, Miguel remata 2 vezes seguidas contra o GR adversário, João Pinto, de cabeça permite também a sua defesa, num contra-ataque Oliveira não rematou isolado, falhando também o último passe... e num contra-ataque o Vilaverdense ganha um fora, do qual nasce um remate que desvia em Roma par o poste e fica nos pés do aversário que isolado só tem de empurrar par o fundo da baliza, 4-1.

Sol de pouca dura, no seguimento do jogo Oliveira faz uma bela jogada que termina com um remate indefensável ao ângulo superior esquerdo da baliza, 5-1.

A história do jogo poderia acabar aqui, mas não acabou, ambos os guarda-redes fizeram boas exibições na segunda parte, e ainda há a salientar a entrada de Luís que fez um jogo esforçado, a de Abel, que conseguiu ser atirado ao chão e a de Ricardo, que ainda foi a tempo de fazer uma boa defesa.

E assim acabou o jogo, com o resultado final em 5-1.

MOMENTO DO JOGO

Minuto zero, devido á indisponibilidade de alguns elementos Mourinho escala o 5 com... Litos, que provocou a reacção geral: "Pode repatir Mister?"

CLASSIFICAÇÕES DE JOGO

Guilherme (8): Um belo jogo. Bastante seguro a defender e com alguma qualidade a repor as bolas;

Brito (7): Muito agarrado á bola, continua a oferecer brindes aos adversários com passes mal executados no desespero;

Roma (7): Bom jogo, mas dá alguns espaços a defender e demorou na altura do remate, mas esforçou-se bastante;

João Pinto (8): Defendeu com segurança e fez boas combinações no ataque, podia ter marcado por duas vezes mas falhou incrivelmente;

Litos (7): Pela primeira vez titular, fez uma boa exibição, com muito empenho e um golo á mistura;

Oliveira (7): Já nem me lembro do jogo... mas marcou e tal!

Miguel (6,5): Continua a posicionar-se uns centimetros ao lado de onde devia estar, mas mesmo nesse campo melhora. Cada vez mais entrosado;

Luís (5,5): Embora estivesse constantemente a pedir para entrar entrou sem chama, mas não comprometeu, tendo ainda feito alguns cortes importantes;

Abel (5): Podia ter feeito mais, segura bem a bola, mas demora a distribuir. Podia ter rematado mais;

Ricardo (5,5): Uma defesa de qualidade e uma ou duas reposições. o adversário não lhe deu muito que fazer.

Crónica de Gonçalo Carvalho



publicado por boloni às 16:49
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2007
Lordemão 3 - Académica 7. 2007/02/18

Após uma prolongada ausência voltei com a magnífica crónica que costuma acompanhar os nossos jogos.

O regresso fica irmamente associado com a mossa primeira derrota no campeonato, ainda por mais com números bem amplos, mas fizemos o que pudemos, e a quem dá o que tem mais nada lhe poderá ser exigido.

HISTÓRIA DE JOGO

Na ausência de João Pinto, o nosso Mourinho escalou o seguinte 5 inicial: Guilherme, Dani, Oliveira (cap), Roma e Brito.

Começamos muito bem o jogo, com um golo logo aos 3 minutos, Oliveira recupera uma bola, dá para Roma que isolado faz o 1-0, mas não conseguimos segurar o jogo, o que prova que, conscientemente, não conseguimos alterar o ritmo de jogo e ser ratos a jogar. A AAC consegui sempre trocar a bola com relativa facilidade no nosso meio campo, e foi assim que marcou alguns dos seus golos, como o primeiro, aos 7 minutos. 1-1.

A AAC dominava territorialmente e, como usualmente, o contra-ataque era a nossa melhor arma, o Guilherme, mesmo sem brilhar, foi estando em foco, os postes foram ajudando, e no contra-ataque perdemos excelentes ocasiões, Oliveira 3 vezes (!) e Dani espelharam a nossa infelicidade perante o golo.

Aos 22 minutos, numa das muitas vezes que Brito se agarrou á bola, ficou apertado e falhou o passe, no seguimento ficam dois para 1, Brito ainda tentou recuperar, mas Roma já estava em conta-pé e fez uma ligeira falha de marcação, que permitiu o passe e o golo, 1-2.

Neste momento reagimos e atacámos mais, e numa jogada de insistência, numa triangulação, Dani isola Oliveira que faz o 2-2 aos 26 minutos, resultado com o qual terminou a 1ª parte.

Começava a notar-se cansaço em alguns jogadores (especialmente no Oliveira, que também jogou tocado), futo da menor rotatividade imposta, e do maior ritmo de jogo que o adversário praticou.

A segunda parte foi muito diferente, muito mais rápida e dura, aos 3 minutos já tinhamos 2 amarelos e 3 faltas, mas no 4º minuto, num canto o remate de roma tabela num adversário e dá golo, 3-2 para nós.

Foi sol de pouca dura, pois a partir deste fortuito momento nunca mais mostrámos nada, nem conseguimos a qualidade defensiva que nos caracteriza, o peso nas pernas foi notório, a AAC trocava a bola no nosso meio-campo e ainda conseguia aproveitar as nossas costas em passes longos, parecia uma questão de tempo, o que se veio a confirmar.

7 minutos, um desentendimento entre Oliveira e Dani permite ao adversário recuperar a bola e fazer o 3-3.

14 minutos, num dos poucos contra-ataques da 2ª parte Brito volta a abusar no 1 para 1, quando tinha um colega isolado, o guarda-redes apanha a bola e segue rápido, a equipa da AAC vai trocando a bola e rematando sucessivamente sem que consigamos cortar a jogada e faz o 3-4.

Aos 19 minutos as duas equipas fizeram a 5ª falta, pensou-se que o jogo poderia ser resolvido da marca de 10 metros, mas desde aí nunca mais houve faltas, houve sim foi uma perda de bola de Oliveira que deu 2 para 1 e golo para a AAC após remate que tabelou em Roma, 3-5.

Num raro contra-ataque nosso, Dani aparece isolado, aparentemente com o guarda-redes já fora do lance, mas não consegui o remate, a AAC foi imediatamente no contra ataque e marcou o 3-6 aos 23 minutos.

A partir daí o nosso Mourinho lançou Roma como 5º jogador, mas sem produzir resultados, apenas deu para perceber que precisamos de treinar mais esta jogada, porque o teimoso do Guilherme quis fazer sempre tudo á maneira dele, e nma brilhante saida de campo num lançamento de baliza deu livre indirecto, que deu o 3-7, o resultado final.

MOMENTO DE JOGO

22 minutos da primeira parte, o famosissimos Toni estava bastante agastado com as decisões da equipa de arbitragem, e nã continha a sua ira, soltando alguns impropérios para os senhores do apito resultado: foi aconselhado pelos mesmos a permanecer caladinho ou era advertido!!! Já não há liberdade de expressão.

CLASSIFICAÇÕES DE JOGO

Guilherme (6) - Podia ter feito mais em 2 golos, e surgiu bastante desconcentrado na parte final;

Dani (6) - Esforçou-se, mas não estava particularmente inspirado;

Brito (6) - No melhor e no pior, surgiu novamente muito individualista, o que não ajudou muito;

Oliveira (6) - Marcou, mas estava muito cansado, valeu pelo esforço que dispendeu a tentar afastar o desgaste;

Roma (5,5) - Pareceu-me o mais apagado e irregular, mas a exibição foi positiva, a equipa estava memo vocacionada para não brilhar;

Miguel (5) - Tentou, mas nem a táctica do Mourinho o ajudou muito;

Luís (1) - Não reparei se tocou na bola;

Abel (-) - Sem comprometer;

Litos(-) - Idem;

Ricardo (-) - Não complicou.

Crónica de Gonçalo Carvalho.



publicado por boloni às 15:57
link do post | comentar | ver comentários (22) | favorito

Domingo, 24 de Dezembro de 2006
Lordemão 7 - Gatões 0. 2006/12/23

Oh, Oh, Oh! Finalmente enchi-me de espírito natalício e bim aqui botar no site a ansiada crónica do jogo deste Natal. Diz-se que o Natal é quando um homem quiser, mas nós quisemos que fosse e demos um saco cheio de prendinhas ao Gatões.

Eu não gosto de lançar a suspeita para o ar, mas não haverá mais alguém que ache estranho o facto dos árbitos não virem apitar os nossos jogos? Pior, só se esqucem dos nossos jogos.

HISTÓRIA DE JOGO

Um Sábado de Sol e frio como o raio cá no nosso burgo. O nosso treinador mostrou-se bastante inovador e, finalmente, alterou o 5 inicial, Guilherme, Oliveira, Dani, Roma e João Pinto (cap).

No início do jogo estava 0-0, e a bola saiu deles. Começamos o jogo bastante nervosos, sem conseguir segurar a bola e a defender muito mal, o que levou a que aos 7 minutos de jogo já o Guilherme tinha feito 3 belas defesas (pena é que continue a desperdiçar imensas bolas nos lançamentos longos) e, aos 10 minutos, sem o merecermos, marcámos o primeiro golo num remate de Oliveira a passe de Dani.

Pensava-se que íamos acalmar, mas o Gatões continuou a mandar, e o Guilherme a defender, mas no 13º minuto demos um importante pontapé no jogo e marcámos o 2º golo, para variar Oliveira foi o seu marcador ao rematar cruzado em frente ao guarda-redes, depois de ganhar a bola no ataque.

Neste momento o jogo tornou-se mais equilibrado, mas mesmo assim com algum ascendente do Gatões, com Guilherme novamente em bom plano em 3 ocasiões.

Aos 20 minutos chegámos á 5ª falta e ainda levámos com 2 livres directos, mas o tipo que o marcou embirrou em falhá-los (felizmente).

Entre o 27º e 28º minuto foi o minuto Brito, que marcou 2 golos e acabou com o jogo, o 1º de livre directo e o 2º após assistência de Guilherme num lançamento longo (em 20 lá um lançamento podia ir certo, não é?).

No intervalo percebemos que João Pinto entende a mecânica do jogo em si, elaborando algumas teorias dignas de um grande capitão, a de hoje era que, e passo a citar:  "correr para defender é cansativo"!, brilhante!!!

De realçar o facto de Miguel ter aquecido 24 minutos na 1ª parte!! Até é bom, com o frio que está...

A 2ª parte foi um pouco mais do mesmo, aos 5 minutos Dani faz nova assistência para Oliveira que marca com um pouco de sorte á mistura e pouco depois entra Miguel, que teve 25 minutos a aquecer, para não se correr o risco de ele ter alguma lesão, mas acho que ainda podia ter aquecido um pouco mais, porque logo na primeira vez que tocou na bola falhou um remate quando estava isolado.

A partir daqui só deu Lordemão, com Brito e Miguel a falharem algumas oportunidades, até que ao 18º minuto Brito faz uma bela jogada e Dani marca golo mesmo em cima da linha. 6-0 no marcador. Logo de seguida Roma recupera e marca da linha de fundo, 7-0.

A partir deste momento deu para tudo, entrou Pato, Abel e Litos, o fio de jogo perdeu-se um pouco, mas ganhou-se alguma garra.

Um jogo que acabou bem, depois de um mau início. 7-0 de resultado final.

MOMENTO DO JOGO

Minuto 17, Brito marca os 3º e 4º golos e acaba com o jogo dando muito mais tranquilidade a uma equipa que, até aqui, tinha vindo a jogar nervosa.

CLASSIFICAÇÕES DE JOGO

Guilherme (8) - Disfarçou os maus lançamentos com boas defesas em momentos decisivos.

Dani (8) - Um belo jogo, em que controlou a zona defensiva e explanou o ataque com relativa qualidade.

Oliveira (8) - Muito faltoso... não pareceu dele, fora isso o bom jogo do costume, com os golos da praxe.

Roma (7) - Entrou nervoso, mas recuperou na segunda vez que entrou.

João Pinto (6,5) - Abaixo das suas possibilidades. Complicou um bocado no ataque, em situações onde costuma resolver.

Brito (8,5) - Parece que está mesmo a subir de forma. Excepto por algumas falhas ou a nota ainda seria melhor.

Miguel (6,5) - Mais tempo a aquecer que a jogar, mas entrou bem, embora tivesse falhado algumas situações.

Litos (5) - Muita garra, tipo o Beto, mas não fez tudo o que consegue.

Abel (5,5) - Mostrar sinais de se poder tornar um belo pivot, haja vontade. Bons promenores.

Ricardo (6) - Não lhe deram hipótese de brilhar, mas também não falhou.



publicado por boloni às 16:39
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Terça-feira, 12 de Dezembro de 2006
A minha visão.

Viva pessoal.

Não costumo ser sério nos meus comentários, mas esta semana tenho vindo a ouvir muita coisa sobre a nossa equipa, umas boas, umas mais ou menos e outras más.

Nunca exigi nada de vós, embora o que mais quisesse era que vós fosseis os melhores, ou pelo menos temidos em todos os campos. Este ano tive a felicidade de constantar que estavam a crescer, a tornarem-se uma equipa e mencionei esse facto a algumas pessoas, na esperança do vosso crescimento ser recompensado com visibilidade dada ao vosso trabalho.

Essas pessoas aconselharam-me a criar um espaço onde todos os jogadores pudessem manifestar as suas opiniões, sugestões e desacordos, daí ter criado este blog, com um espaço reservado aos comentários pessoais (aos quais respondo sempre) mas muito poucos manifestaram uma verdadeira opinião sobre jogos, equipa ou situação (mas houve quem o fizesse), com esperança que esse espaço servisse como uma janela de opinião sobre o trabalho global daa equipa e metodologias, sem ter sempre um "superior hierárquico" a morder-vos os calcanhares. É mais fácil escrever o desacordo do que desacordar na cara.

Infelizmente esta semana as esperanças que tinha ficaram um pouco defraudadas, e eu um pouco mal visto... a minha imagem, neste caso, foi o mal menor, mas a imagem de 13 jogadores e do clube que representam ficou bastante abalada.

O ano passado tinha um sonho, por 1 jogador na selecção e não consegui. Este ano queria ser campeão e espero consegui-lo, mas isso não depende nada de mim, só de vós.

Todos vós tendes a hipótese de lançar o vosso futuro este ano, e o a vossa imagem futura vai depender da época que fizerem, e quando melhor fizerem melhor será a vossa situação desportiva. Por favor deêm-me o gosto de vos ver a serem campeões e a conseguirem lugar em clubes ainda maiores que o nosso.

Faço-vos uma pergunta, quem não gosta deste cenário?

 

PS - leiam o post abaixo, é um favor que me fazem se o fizerem e agradeço-vos por isso.



publicado por boloni às 17:58
link do post | comentar | favorito

Lordemão 1 - Académica 6, 2006/12/10

Mais uma vez não vos acompanhei ao jogo, prolongando a maldição de nunca ganharmos quando eu falto. Pelo que sei o jogo foi uma vergonha, por isso ainda bem que não fui.

Esta semana temos uma novidade, meio comunicado, meio crónica ao jogo do director Jorge Santos (Bigodes) que vou transcrever literalmente como foi postada sob forma de comentário.

Peço-vos o mesmo que ele, leiam com atenção.

"BOM DIA RELATIVAMENTE AO (JOGO) DE DOMINGO DIA 10/12/06 FRENTE ACADEMICA OAF NÃO ENTREGUEI O MEU REGISTO DO JOGO VISTO DE QUE ASSIM FAÇO UM PROTESTO PORQUE NÃO SEI O QUE MAIS POSSA FAZER PARA AJUDAR ESTES MOLENGAS TENHO SIDO AMIGO (PENSO EU) DE TODOS JOGADORES E TREINADOR E NÃO MERECIA QUE ELES (JOGADORES) TIVESSEM JOGADO TÃO MAL MAL MAL MAL MAL NÃO ENTENDO COMO É POSSIVEL JOGAR ASSIM MAS NÃO ENTENTO MESMO PENSO QUE O CLUBE NÃO MERECIA JÁ PARA NÃO FALAR DA MINHA PRESENÇA NO BANCO PELA PRIMEIRA E ULTIMA VEZ NO BANCO NÃO ENTENDO MESMO PORRA ACHO DEN QUE NÃO MERECIAMOS DE QUE SE JOGASSE TÃO MAL MESMO O UNICO QUE SOBRESSAI FOI O NOSSO GR GUILHERME SE NÃO LEVAVAMOS UM DUZIA PORRA LOGO FRENTE A UM GRANDE RIVALPORRA PARECE QUE NÃO HAVIA CORAÇÃO DENTRO DO CAMPO OU ENTÃO (NOITADAS) TEMOS (JOGADORES) QUE PENSAR MELHOR NO FIM DE SEMANA PORQUE TEMOS JOGOS AOS DOMINGOS DE MANHÃ P.F. PORRA CARAGO NÃO SE DEITEM TARDE DURANTE A ÉPOCA SERÁ PEDIR MUITO? PUXA ACHO QUE NÃO PORQUE ALEM DE FICAR O CLUBE MAL VISTO TAMBEM OS JOGADORES FICARAM PORQUE COMO PUDERAM VERIFICAR ESTAVAM LÁ PRESENTES OS SELECIONADORES AFC MAIS UMA VEZ PEÇO E ACHO QUE NÃO SERÁ PEDIR MUITO ARRANJEM FORÇA PARA O RESTO DO CAMPEONATO PORRA E NÃO SE DEITEM DE MADRUGADO ANTES DOS JOGOS CARAGOS. AGORA FALANDO DO TREINADOR E VISTO DE QUE IRÁ LER ISTO TENHO A COMENTAR QUE COMO DIRECTOR QUE SOU ACHEI VERGONHOSO TER INSITINDO PARA EU IR PARA O BANCO EMBORA NÃO QUERIA PORQUE TODOS NÓS SABEMOS COMO SOU FALO MUITO E COMENTO DURANTE O JOGO (BEM OU MAL) TER SIDO TRATADO MAL NO BANCO INCLUSIVE TER DITO OU TE CALAS OU VAIS EMBORA DO BANCO DIGO E AFIRMO SÓ NÃO SAI PORQUE OS ARBITROS ME IRIAM CASTIGAR DEPOIS MAS AVISO E INFORMO NUNCA MAIS IREI PARA O BANCO E PONTO FINAL NESTE ASSUNTO E ESTOU SERIAMENTE A PENSAR SE IREI MAIS NOS NOSSOS JOGOS FORA VAMOS VER PORRA PORQUE ACHO QUE NÃO MERECI TAL ATITUDE PORQUE ACREDITEM OU NÃO FIQUEI E CONTINUO MUITO TRISTE PELO SUCEDIDO PORTANTO ATÉ AO FINAL DO ANO NÃO IREI FORA AOS JOGOS JÁ SÓ FALTA UM JOGO MAS EM CASA ESTAREI SEMPRE .
VISTO QUE TODOS NÓS IREMOS LER PEÇO O FAVOR DE LEREM COM ATENÇÃO ESTE MEU PEDIDO E PROTESTO P.F. TENHAM JUIZO NO RESTO DO CAMPEONATO PORQUE CLARO ESTOU E CONTINUO A PENSAR DE QUE IREMOS SER CAMPEÕES ESTA ÉPOCA DE 2006/2007 .

ACREDITEM OU NÃO ESTOU MUITO SENTIDO COM ESTA SITUAÇÃO QUE ACONTECEU PUXA.

SEMPRE SEMPRE SEMPRE VOSSO AMIGO JOGE SANTOS SAUDAÇÕES DESPORTIVAS E VIVA O LORDEMÃO FUTEBOL CLUBE"

Da autoria de Jorge Santos (Bigodes)



publicado por boloni às 17:30
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Domingo, 3 de Dezembro de 2006
Lordemão 5 - Grupo Instrução Sport 1, 2006/12/03.

O sempre atento e em acção reporter/aguadeiro/seccionista/treinador adjunto/empregado do bar do nosso grandioso clube volta a atacar os grandes dogmas instituidos e lança a ansiada a aguardada crónica semanal de jogo.

HISTÓRIA DE JOGO

Mais um Domingo de chuva cá no burgo, o que prejudica em mutio o estado do relvado, que se torna muito mais escorregadio, mas enquanto tivermos o Roma temos sempre um trunfo para lançar nestas ocasiões.

Desta vez o Mourinho deslumbrou-nos com uns lampejos de criatividade e pôs a jogar exactamente o mesmo 5 de sempre. Quererá criar rotinas ou escolhe sempre os mais bonitos? Esperemos que seja pelas rotinas. 5 inicial: Guilherme, Brrito, Oliveira, Dani e João Pinto (cap).

Ao início estava 0-0 e a bola saiu nossa. Eu posso poupar bastante os meus dedos desta vez, porque a história de jogo foi basicamente a mesma durante todo o jogo rematámos 14 vezes na 1ª parte (duas ao poste) para duas do GIS, mas invariavelmente falhavaamos ou esbarravamos com o guarda-redes, que fez uma excelene primeira parte. Dominámos impressionantemente, mas com muita ansia de chegar á baliza, o que nos prejudicou bastante, bem como ao nosso fio de jogo.

Foi preciso esperar pelo minuto 25 para ver o nosso golo, Roma recupera uma bola no meio-campo adversário dá para João Pinto que faz tabela com Oliveira e marca o 1-0.

E isto foi o filme da 1ª parte.

Na segunda parte estavamos a assistir á mesma história, mas desta vez com o guarda-redes do GIS em grande plano, mas no melhor pano cai a nódoa e ao 11º minuto de um remate a 15 metros Brito marca um golo com alguma colaboração do guarda-redes.

Só no 12º minuto o GIS faz o seu primeiro remate, ingloriamente porque no seguimento Roma recebe a bola, dribla um adversário e marca um grande golo, 2-0.

A hitória continuou variada connosco a rematar, rematar e o guarda-redes a defender, defender... até que ao 18º minuto Dani recupera a bola na linha, cruza para Oliveira (que andava a chegar atrasado ás bolas todas) que marca na área o 4-0.

Foi o canto do cisne, porque logo de seguida entrou o Litos, que ainda não tinha tocado na bola já tinha feito uma falta, e já depois de ter feito alguma da sua magia (passes falhados, maus domínios, atrapalhar-se,...) deixou-se antecipar pelo adversário na área que marcou, 4-1.

Aqui começou a dar GIS, também para o Guilherme poder brilhar um bocadinho, que ainda foi a tempo de fazer um punhado de boas defesas.

Aos 25 minutos Luís faz uma entrada ainda melhor que a de Litos, 3 segundos em campo e já amarelado, digno dos grandes mestres (tipo Nuno Gomes), mas compensou e 2 minutos depois recebe uma bola no meio roda e remata para o fundo da baliza, 5-1.

E assim terminou o jogo, com as meninas do GIS a refilarem com o estado do relvado e a causarem desacatos na saida do campo e pavilhão, na qual também participámos. Nota negativa para todos.

MOMENTO DO JOGO

Mninuto 25, Mourinho já farto de ouvir o Luís a azucrinar-lhe a cabeça manda-o entrar, 2 segundos em campo uma falta e um cartão amarelo. Bem, o momento do jogo não é bem este, mas o facto de não ter saído logo a seguir, porque fazer uma burridade destas e continuar a jogar é uma dádiva...

CLASSIFICAÇÕES DE JOGO

Guilherme (8) - Sem grande trabalho, mas bem no trabalho que fez, até na maioria das reposições.

Brito (7,5) - Mau inicio, mas ainda foi a tempo de recuperar e jogar a bom nível.

Dani (8,5) - Em todo o lado, fez um belo jogo. Bem a defender e a atacar. Podia ter sido um pouco mais egoísta.

Oliveira (6,5) - Sair á noite nem sempre corre bem, e no Oliveira notou-se na Hora de jogo. Apático e mais lento que o habitual. Consegue fazer bem melhor.

João Pinto (7) - Também não mostrou aquilo que nos vinha habituando. Consegue ser mais influente.

Roma (6,5) - Nota dada a pedido... já nem me lembro do jogo!

Litos (4) - Entrou muito mal. Vinha num crescendo de forma nos treinos, mas isso não se notou hoje.

Abel (2) - Desta vez acertou na barreira...

Luís (6) - Uma falta, um cartão e um golo em 4 minutos. Nada mau. Foram os 4 minutos mais sossegados que passámos no banco.

Miguel (3) - Alguns toques na bola.

Cacete (-) - Ainda não se estreou.

Ricardo (-) - Sem comprometer.

Crónica de Gonçalo Carvalho (Boloni).



publicado por boloni às 14:31
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito

Domingo, 26 de Novembro de 2006
Distinção Fair-Play

Esta semana fiquei admiravelmente surprendido com os meandros do futsal.

Depois de um inédito e estranho "esquecimento" de um golo nosso por parte da equipa de arbitragem, o treinador e delegado do Vilaverdense prontificaram-se a rectificar o resultado do jogo, demonstrando que são pessoas rectas e justas. As minhas enormes saudações.

Agora fica por explicar como é que dois árbitros não reparam que o jogo teve mais um golo. O que andavam lá a fazer? Será que não estranharam o facto de as equipas terem parado e seguido o jogo ao centro? Pelo menos deram o braço a torcer e rectificaram o resultado.

Daqui vai um grande BUUUUUUHH para o duo de arbitragem.

Viva a rectidão demonstrada pelos dirigentes do Vilaverdense. Boa sorte fara o resto do campeonato (excepto contra Lordemão, é claro).



publicado por boloni às 17:48
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Alfarelense 4 - Lordemão ...

O fim de um sonho.

GIS 1 - Lordemão 7. 2007/...

Lordemão 5 - Vilaverdense...

Lordemão 3 - Académica 7....

Lordemão 7 - Gatões 0. 20...

A minha visão.

Lordemão 1 - Académica 6,...

Lordemão 5 - Grupo Instru...

Distinção Fair-Play

arquivos

Maio 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

links
blogs SAPO
subscrever feeds